Depoimentos

“O nome já diz exatamente o objetivo do projeto: promover a atividade física entre crianças, jovens e adultos, com e sem necessidades especiais. Tenho a convicção de que o projeto realiza verdadeiramente a inclusão social”.

Cristine Ottoni – Coordenadora do Projeto AFIN

“Ela aprendeu a conviver com as diferenças, não fica constrangida em estar com especiais ou com as pessoas que não têm deficiência, o convívio é uma coisa natural. Praticando natação Antônia ainda mantém o corpo sadio e em forma, e aprimorou a coordenação motora. Ela é um exemplo de superação de limites”.

Ítala Coelho, mãe da aluna Antonia Martins Ferreira,  de 15 anos

“A missão do projeto é uma das mais importantes neste mundo. Além de melhorar a qualidade de vida de todos os alunos, as atividades ainda ajudam outras pessoas a se socializar, como é o caso das crianças com necessidades especiais. Por meio do Projeto AFIN, iniciei uma atividade que jamais pensei que faria na vida, a hidroginástica”.

Maria José Alves, aluna de hidroginástica.

“O projeto tem me ajudado a desenvolver a coordenação motora. Com o exercício físico, consegui sair do sedentarismo e emagrecer. Além disso, conheci novas pessoas e fiz grandes amizades”.

Severina Rosa da Silva Carvalho, 48 anos, aluna de natação para adultos.

“Hoje eu me sinto outra pessoa. Quando eu comecei as aulas no projeto, não dobrava o joelho e não podia abaixar. A aula de hidroginástica foi a melhor forma que encontrei de curar todas as dores que sentia”.

Vilma de Souza Bandeira, 64 nos, aluna de hidroginástica.

“O que eu mais gosto no projeto é da dedicação e amor de todos os membros, em especial da coordenadora Cristine, que abraçou este projeto de corpo e alma. Não consigo me ver longe do convívio dessas pessoas tão lindas”.

Irene Figueiredo Vieira, 59 anos, aluna de natação para adultos.

“Eu acho o projeto muito bom, porque dá acesso ao lazer com segurança, dignidade e igualdade às pessoas carentes. Os professores são pacientes e nos tratam com muito carinho”.

Thaís Santos Araújo, 15 anos, aluna de natação para crianças.

“Eu gosto do Projeto AFIN porque aprendi a nadar. Acho legal também o espaço grande e a natureza”.

Dominique Helena, aluna de natação para crianças.

“O Cadu nada desde um ano de idade. O esporte só trouxe benefícios para ele. Como pais nos alegrávamos com o que víamos, pois tínhamos a certeza de que ele estaria muito bem no projeto e, ainda, que outras crianças e jovens estariam recebendo um conhecimento precioso para a qualidade de vida de cada um. Eles aprendem a nadar e recebem amor, atenção e educação”.

Maria Cecília Antunes Lourenço, mãe de Carlos Eduardo, 26 anos.

WP Like Button Plugin by Free WordPress Templates